1535

Prefeitura Municipal de Araci

Pular para o conteúdo

Boletim COVID-19 ( 10/05/2020)

Fonte: Fac. Prefeitura de Araci
13/05/2020 às 01h06

Noticia

Galeria com imagens e vídeos sobre a matéria


Neste domingo (10), recebemos duas respostas, dos três exames que foram enviados para o Lacen, e o resultado foi negativo para a contaminação. Mas, ao mesmo tempo, enviamos mais um exame, e ainda estamos aguardando o resultado dos exames do caminhoneiro, que foi regulado para Salvador na última sexta-feira (08).

Neste momento, em Araci, foram enviadas 37 notificações, com dois exames aguardando resultado. Tivemos outros 34 exames descartados e um caso confirmado como positivo, pelo Laboratório Central de Saúde Pública do Estado da Bahia – Lacen.

Vamos continuar com nossos esforços para manter a contaminação longe de nosso município. É necessário que todos se empenhem mais ainda com os cuidados com a higienização das mãos e com o uso das máscaras e, principalmente, que evitem aglomerações desnecessárias. Lembramos que para acessar qualquer um dos estabelecimentos comerciais em nosso município, todos devem estar usando máscaras.

Todos os comerciantes já foram orientados a disponibilizarem o álcool em gel para a higienização das mãos, e permitir apenas que os clientes que estejam usando máscaras, entrem nos comércios. É uma proteção para todos.

Não podemos esquecer, ainda, de manter os cuidados básicos: lavar sempre as mãos com água e sabão, e na ausência desses, usem o álcool gel. Essa substância também deve ser usada para higienizar objetos que usamos. #ficaemcasaAraci.

Campanha de Vacinação – A terceira fase da Campanha de Vacinação contra a Gripe terá início no dia 11 de maio e será dividida em duas etapas: A primeira ocorre no período de 11 a 17 de maio e a segunda etapa ocorre entre 18 de maio a 5 de junho.

Combate à Dengue – Vamos manter o empenho no combate ao mosquito da dengue, que é outra doença que tem se alastrado em nosso município. Alguns casos tem surgido, e isso também é outra preocupação de nossos profissionais de saúde. Todos precisamos fazer a nossa parte, para evitar que o Aedes Aegypti faça seu criatório de larvas em vasilhames de plantas, nos potes de animais ou em garrafas e pneus. Vamos evitar que mais essa doença ganhe a luta em nosso município.