1535

Prefeitura Municipal de Araci

Pular para o conteúdo

Boletim COVID-19 (23/04/2020)

Fonte: Fac. Prefeitura de Araci
12/05/2020 às 22h43

Noticia

Galeria com imagens e vídeos sobre a matéria


Nesta quinta-feira (23), ainda estamos no aguardo de resposta do Lacen para os exames enviados para avaliação. Mas, até o momento, não obtivemos resposta. A boa notícia é que também não tivemos mais nenhum caso suspeito para enviarmos exames. Permanecemos com 3 testes aguardando resultados, do total de 32 notificações enviadas. Já foram descartados 28 exames, e tivemos através da confirmação do Lacen, um caso confirmado no município.

Voltamos a ressaltar que os resultados são de responsabilidade exclusivamente do Laboratório Central de Saúde Pública do Estado da Bahia – Lacen, que faz a avaliação de todos os testes que são coletados não somente em Araci, mas em todo o Estado. No nosso trabalho de cuidar de nossa população, além de cumprir com todas as normas previstas pelo Ministério da Saúde para a coleta e manipulação dos testes que são enviados para avaliação, também mantemos a campanha para que todos se protejam, e cuidem dos seus entes queridos. E havendo necessidade de deixar o isolamento social, que esteja sempre com a máscara para a sua própria proteção contra a contaminação.

Não podemos esquecer, ainda, de manter os cuidados básicos: lavar sempre as mãos com água e sabão, e na ausência desses, usem o álcool gel. Essa substância também deve ser usada para higienizar objetos que usamos. Outra forma de proteção é o uso das máscaras, que agora se torna obrigatória para acesso aos estabelecimentos comerciais do município, de acordo com o Decreto NE n. 1.367, de 20 de abril de 2020. #ficaemcasaAraci.

Combate à Dengue – Também precisamos manter o empenho no combate ao mosquito da dengue, que é outra doença que tem se alastrado em nosso município. Alguns casos tem surgido, e isso também é outra preocupação de nossos profissionais de saúde. Todos precisamos fazer a nossa parte, para evitar que o Aedes Aegypt faça seu criatório de larvas em vasilhames de plantas, nos potes de animais ou em garrafas e pneus. Vamos evitar que mais essa doença ganhe a luta em nosso município.